segunda-feira, 31 de julho de 2017

Sociologia e Comunicação - Trabalhos Finais: O filme Mulan e o fato social de Durkheim


Iniciando as postagens com os trabalhos finais de Sociologia e Comunicação, disciplina do 1º período do curso de Estudos de Mídia que propõe elaborar um panorama geral sobre questões sociológicas e suas imbricações com os meios de comunicação através de muitas reflexões. Ana Sanz, da turma deste semestre, analisa o filme Mulan, uma animação da Disney, do ano de 1998, que trata da história de uma jovem chinesa que se disfarça de homem para servir o exercito chines no lugar de seu pai, que está doente. A partir disso, a aluna, sob a ótica da sociologia durkheimiana, elabora uma análise do filme ancorada no conceito de fato social. 

No primeiro capítulo do livro “As Regas do Método Sociológico”, o sociólogo francês Émile Durkheim se detém em delimitar comportamentos sociais que interessariam à sociologia como objeto direto de seu estudo e dá a estes o nome de fatos sociais, que são por sua vez, formas de ação e interação cujas funções são a manutenção da coesão social, mas que devem ser dotas de certas características para que sejam assim classificados. Segundo o sociólogo, um fato social deve necessariamente ser uma manifestação coletiva, isto é, repetir-se entre os indivíduos de uma mesma sociedade, e portanto, se definem exteriormente a estes indivíduos, funcionando independentemente do que fazem isoladamente. “O sistema de signos de que me sirvo para exprimir meu pensamento, o sistema de moedas que emprego para pagar minhas dívidas, etc. funcionam independentemente do uso que faço deles”. Para que seja considerado um fato social também deve ser coercitivo, obrigando readequação e aplicando penas aos sujeitos que a ele se opuserem, e no caso de um rompimento exitoso, este não virá sem o combate à dura coerção.

(...) O filme da Disney serve-nos muito bem para ilustrar tanto a definição de fato social, como o que ocorre quando desafiamos estas normas estabelecidas. Quando conhecemos a personagem ela se prepara para a ida à casamenteira. Na primeira cena em que Mulan aparece, ela escreve no braço algumas palavras que devem ser características da boa esposa “calma, reservada, delicada, educada, pontual”. Contudo, as características listadas por Mulan como requisitos não partem de uma concepção pessoal dela, mas de uma concepção coletiva de o que é ser uma boa esposa. Durante todo o filme o lugar da mulher na sociedade chinesa é pontuado, pela submissão da mãe, pelas tarefas atribuídas a homens e mulheres, pela reiteração da necessidade de honrar a família e principalmente pelo contraste explicitado pelo desajuste de Mulan".

Confira o trailer abaixo:


Clique aqui para ler o trabalho completo.

Postagem: Matheus Bibiano - graduando de Estudos de Mídia/
Bolsista de Iniciação Científica PIBIC/UFF - GRECOS/LAMI

Nenhum comentário: