segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Mídia e Mobilização Social - Trabalhos Finais: "Sem Partido"

Mais um trabalho da turma de Mídia e Mobilização Social!

As alunas Helena de Serpa e Júlia Pacheco analisaram a apropriação e ressignificação das mobilizações populares, ocorrentes a partir do mês de junho desse ano, por parte dos partidos políticos PPS, PV, PDT e PRB, através de suas propagandas televisivas vinculadas na mesma época das mobilizações. Para expor o resultado, as meninas utilizaram uma plataforma de revista digital que pode ser acessada a partir do link abaixo.


Clique AQUI para conferir o material completo!

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Mídia e Mobilização Social - Trabalhos Finais: "'É hora de pôr um ponto final nisso': mídia e criminalização dos movimentos sociais"


Retomando os trabalhos da turma de Mídia e Mobilização Social, hoje vamos compartilhar o excelente texto da Letícia Barbosa. Através de um apanhado histórico, a aluna analisa e promove uma reflexão muito interessante sobre as formas de repressão aos movimentos sociais e a importância da resistência popular.

Vale a pena ler tudo!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------


imagens década de 60, Brasil; imagens década de 10, Brasil

"É hora de pôr um ponto final nisso": mídia e criminalização dos movimentos sociais

"A questão social é uma questão de polícia". Esta comparação poderia ter sido retirada de algum depoimento dos atuais dirigentes políticos sobre as diversas manifestações que se alastraram - e ainda se fazem presentes - no território nacional ao decorrer dos meses de junho e julho desse ano. Mas a célebre frase entrou para os anais da história republicana brasileira durante o mandato do presidente Washington Luís (1926-1930), último representante da República velha, refletindo claramente sua postura criminalizante em relação aos movimentos sociais que surgiram durante seu mandato, revindicantes de amparos sociais e direitos trabalhistas inexistentes à época (SANSON, 2008). Tratar movimentos sociais como "casos de polícia" não é, portanto, uma postura inédita nem exclusiva dos governos municipais e estaduais vigentes aos recentes protestos.

Continue lendo, clique aqui!

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Sociologia e Comunicação - Trabalhos Finais: "Tempos Modernos e Marx"


Dando sequência aos trabalhos da turma de Sociologia e Comunicação!

A aluna Elisa Paixão escolheu como objeto de análise o filme "Tempos Modernos", a obra de Chaplin é uma crítica às falhas do sistema capitalista e pôde ser relacionado por Elisa aos conceitos de luta de classes, ideologia e alienação.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Tempos Modernos e Marx


Ao comparar o famoso filme de Charles Chaplin com os conceitos marxistas, encontram-se muitos pontos em comum. Tal obra, por mostrar as imperfeições do capitalismo, rendeu a Charles Chaplin acusações de se envolver com a doutrina comunista. Afinal, o filme se trata da Revolução Industrial e é possível a identificação explícita de três conceitos do sociólogo alemão através de um toque de humor característico do cineasta. São eles: luta de classes, ideologia e alienação.

Começando pela luta de classes, para Marx, esse é o conceito em que ocorre o conflito entre os meios de produção, ou burguesia (opressores) e o proletariado (oprimidos). No filme, isso se expressa de diversas formas, como por exemplo, na primeira cena: mostra a saída de ovelhas de um curral e a imagem se transfigura na forma de trabalhadores chegando à fábrica para trabalhar. [...]

Continue lendo, clique aqui!

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Sociologia e Comunicação - Trabalhos Finais: "Jogos Vorazes - Análise a partir do sociólogo Karl Marx"


Voltando aos trabalhos da turma de Sociologia e Comunicação, vamos compartilhar hoje a análise da Fernanda Bragança sobre o filme "Jogos Vorazes". O filme é ambientado em um país fictício, pós-apocalíptico, onde a estratificação social é bem delimitada. Baseada nisso, a aluna relacionou a narrativa e o conteúdo do filme aos conceitos elaborados e desenvolvidos por Marx.

Confira o trabalho da Fernanda abaixo!

______________________________________________________________________


Jogos Vorazes - Análise a partir do sociólogo Karl Marx

Apresentação:

Escolhi como objeto de análise o primeiro volume da trilogia juvenil "Jogos Vorazes". O livro da autora norte-americana Suzanne Collins é narrado pela personagem Katniss Everdeen, 16, nascida no Distrito 12. Basear-me-ei no filme e livro, porém focando no filme, para analisar a história a partir dos conceitos do sociólogo Karl Marx.

Após uma guerra e inúmeros desastres naturais, formou-se Panem, uma país composto por treze Distritos e a Capital. Panem seria um país pós-apocalíptico (localizado onde hoje está a América do Norte), em que a Capital, única metrópole desenvolvida tecnologicamente, dominaria doze Distritos mais pobres ao seu redor.

Continue lendo, clique aqui.

               
Imagens do filme "Jogos Vorazes"

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Mídia e Mobilização Social - Trabalhos Finais: "Xota M Xota"


No último semestre, a professora Ane Enne ministrou a disciplina de Mídia e Mobilização Social. Um curso novo em Estudos de Mídia que encontrou um período mais que propício para a discussão do tema em sala de aula. Além de fazer um apanhado histórico sobre diversos movimentos sociais, em função da série de manifestações que vêm acontecendo desde junho desse ano, as aulas foram tomadas de trocas e discussões pautadas nas experiências pessoais de cada aluno que foi pra rua compor o movimento e na cobertura midiática sobre as manifestações, gerando um semestre muito produtivo e positivo.

Como fruto, os trabalhos finais do curso de Mídia e Mobilização Social não poderiam passar batidos. Dessa forma, iremos compartilhar aqui no blog os trabalhos dessa turma também.

Dando início à sequência, o trabalho dos alunos Bruno Pestana, Pilar Diniz e Pollyane Belo, feito na última Marcha das Vadias que aconteceu em Julho, no Rio de Janeiro.
______________________________________________________________________



O vídeo "Xota M Xota" foi produzido como trabalho final para a disciplina de Mídia e Mobilização Social, com o objetivo de pensar questões discutidas em sala de aula. O nome foi dado em referência a um dos gritos bradados durante a Marcha das Vadias, satirizando a sigla "JMJ", da Jornada Mundial da Juventude, que estava ocorrendo no mesmo momento.

Na disciplina, discutimos as diversas formas de mobilização social, luta e resistência dentro e fora da mídia. Durante o período em que a disciplina foi lecionada, diversas mobilizações e marchas ocorreram. Dessa forma, conseguimos experimentar o que estávamos estudando em sala de aula.


video