quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Comunicação e Cultura Popular - Trabalhos Finais: 'Apropriação do funk como instrumento de ensino nas escolas"

Andressa Teixeira, aluna da disciplina de Comunicação e Cultura Popular, faz uma excelente reflexão sobre os usos da cultura e suas constantes imbricações cotidianas. Através da contribuição de Michel de Certeau sobre as táticas e modos de fazer com na vida cotidiana, Raymond Williams na conceituação da cultura enquanto aspecto constante e ordinário na experiência humana e Homi Bhabha, juntamente com Nestor Canclini acerca do debate sobre hibridismos culturais, a aluna reflete sobre os usos da parodio enquanto forma de aproximação e hibridismo entre as culturas popular e erudita. Junto a isso, Andressa nos dá o exemplo de sua experiência como professora em uma escola pública em São Gonçalo/RJ. No vídeo abaixo, ela utiliza a parodia do funk "Vai embrazando" de MC Zaac part. MC Vigary para o ensino/aprendizagem dos 4 "porquês" em uma aula de Língua Portuguesa: 

"Chamei meus amigos / Pra ir lá pra casa / Estudar pra prova / Que vai ter na quarta / Se liga só que essa prof é aliada (2x) / Parodiou para lembrar a regra básica / Separa e não acentua pra pergunta / Mas repara: na resposta ele se junta / Todo confuso com os porquês você estava / Agora sabe quase tudo dessa aula / Se couber “por que motivo”, cê separa isso daí / E deixa sem acento pra prof não corrigir / Vai estudando an an an an an an (4x) / Chamei meus amigos / Pra ir lá pra casa / Estudar pra prova / Que vai ter na quarta / Se liga só que essa prof é aliada / Parodiou para lembrar a regra básica / Não separa se for substantivado / E acentua / Para ficar adequado / Se estiver no final da frase, cê separa / E coloca o circunflexo na palavra (2x) / Vai estudando an an an an an an.”

Assista o vídeo da paródia:


Clique aqui para ler o trabalho completo.

Postagem: Matheus Bibiano - graduando de Estudos de Mídia/
Bolsista de Iniciação Científica PIBIC/UFF - GRECOS/LAMI